--------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------- ------------------------------------------------ ------------------------------------------------ VÁRIOS ASSUNTOS: Julho 2011

OLHO DE HÓRUS

OLHO DE HÓRUS
Tambem conhecido como "Udyat", o Olho de Hórus tem o significado de poder e protenção, relacionado ao Deus Hórus. Era um dos mais poderosos amuletos usados no Egito em tdas as épocas.

xxx

===================================

quinta-feira, 21 de julho de 2011

O CHOCOLATE, NA GUERRA E NO AMOR


Néveo J. Bello

O  CHOCOLATE, NA  GUERRA  E  NO  AMOR

                   É  impressionante imaginar que o tão gostoso chocolate,   foi muito útil na Segunda  Guerra Mundial e continua sendo muito útil também no Amor.
                    Na Segunda Guerra Mundial, ele o nosso herói Chocolate foi usado pelos soldados americanos, como alimento de urgência, com uma mistura especial com grande potencial energético, nas frentes de batalha.
                   No Amor ele pode ser usado em forma de Bombom, em caixas de variados formatos, embrulhados em papéis multicor e com laços de fitas elegantemente elaborados. Impressiona quem ganha e na hora de saboreá-los é uma delícia.
                   Mas a História do Chocolate poucos conhecem. Conversando com um amigo pesquisador, ele me contou tudo. Então passo aqui os fatos mais importantes. Procurando fazê-lo resumidamente, embora a história é longa.
                   No Brasil as primeiras plantações de Cacau, que é a semente de onde se produz o chocolate, foram feitas mais ou menos em 1750. Em solo baiano. A partir daí foi se espalhando para outros Estados na Amazônia, Nordeste e Centro Oeste, até os tempos atuais. Figurando o Brasil atualmente como o segundo maior produtor de Cacau do mundo.
                   O mais interessante é que o Cacau deu volta ao mundo até chegar ao nosso querido Brasil.
                   Consta das pesquisas que Colombo quando descobriu a América, foi recebido pelos nativos e dentre os pertences que lhe ofereceram como presente, estava também o Cacau.
                   Mas meu  amigo apresentou relatos e documentos que mostram nos anos 600 a.C. o uso do chocolate (com fórmulas diferente logicamente) pelos Maias e Astecas.
                   Depois de 1500 quando os espanhóis desembarcaram na região onde hoje é o México, também encontraram o uso bastante difundido do chocolate, uma mistura e sabor daquela época. Naturalmente esta novidade foi levada para a Espanha e daí passando para outros países, onde sempre iam introduzindo algo mais e modificando sua fórmula.
                   Atualmente o chocolate é um alimento saboroso e ao vê-lo fica difícil não saboreá-lo, mas para chegar a isso muitas pessoas, muitos especialistas trabalharam arduamente. Ficando assim no mundo todo as diversas fábricas e muitas marcas, os diversos tipos e sabores, saindo daí também os famosos Ovos de Páscoa.
                   Não acham vocês que o Chocolate pode ser também uma grande arma na guerra do amor?

quarta-feira, 13 de julho de 2011

A ARTE NA TERCEIRA IDADE

Néveo J. Bello
A  ARTE
NA   TERCEIRA  IDADE

                   De um modo geral, entende-se por Arte, um conjunto de normas que se usa para a execução mais ou menos perfeita de qualquer coisa. Isto é, também, analisando por outras palavras, a procura ou êxito de reproduzir uma coisa quanto mais parecida ao original e também ao criar uma coisa nova, diferente das existentes.
                   Assim, a palavra Arte, é usada quase que em todas as atividades humanas.
                   Mas no nosso caso aqui, vou colocar somente a Arte ou Artes que nos ajudam a distrair, liberar o cansaço mental e até físico.
                   Ao contrário, tudo que já fizemos em nossa vida foi na base da obrigação. A Escola, desde criança, com tantas lições, as provas mensais, os exames de fim de ano. Depois no serviço, o cumprimento do horário e das obrigações. Também de quanto se ganha, as despesas e pagamentos no final do mês. Não se falava em “Stress”; não, se falava em cumprir com as obrigações.
                   Mas quanto de nós, com o passar dos anos, não sentiu de uma hora para outra, um mal estar inesperado, ou outra coisa parecida que prejudicou o bom andamento da vida que vinha levando ?  Tenho a
certeza que só aqueles que paravam para descansar, distrair, ou até como poucos, descansar antes de cansar.
                   Depois vem a aposentadoria e nem todos estão preparados
para esta mudança radical na vida. Hoje em dia já há em muitos lugares uma preparação para este caso.
                   Daí então, um bom remédio para tudo isso.
                   O remédio é dedicar-se à Arte. Arte de Desenhar, Arte de Pintar um Quadro, Arte de Bordar, Arte de Caminhar. Enfim, como Terapia muito boa é realizar uma Arte diferente daquilo que sempre fomos obrigados a fazer quando trabalhávamos ou ainda trabalhamos.
                   Procurem fazer, como experiência, uma coisa que nunca foi
bom em fazer. Por exemplo, Desenhar. Fiz isso com um de meus pacientes. Era a coisa que menos gostava. Dei uma folha de papel e um lápis. Relutou no começo, devido ao seu estado de cansaço e impaciência. Fiz com que ele fosse fazendo alguns traços, que levasse para casa e quando por acaso sentisse vontade, continuasse a copiar um modelo que forneci. Voltou na outra semana com a cópia quase completa. Perguntei como foi que conseguiu. Respondeu que foi desenhando nos momentos que se sentia meio tenso ou preocupado e que assim passavam as horas e se esquecia de tudo que o aborrecia. Porque fazia sem obrigação e sim para esquecer aquilo que o perturbava. Ótimo este era o objetivo.
                   Bem, isto, ou esta técnica se aplica a qualquer Arte que se ponha em prática para se distrair. A técnica propriamente dita é dirigir o
pensamento todo para aquilo que se está fazendo, daí  logicamente se
esquece de tudo. Podemos dizer até que é um tipo de Meditação aliada
a uma atividade física ou motora.
                   Aconselho, experimentem aplicar a sua Arte com todo carinho e depois me contem como foi.
                   Combinado ?
================

OBS: Este artigo eu escrevi quando ainda trabalhava com Psicoterapia Holística, Corporal e em Sincronicidade.

Minimamente Feliz

Minimamente Feliz  
Leila Ferreira, jornalista

A felicidade é a soma das pequenas felicidades. Li essa frase num outdoor em Paris e soube, naquele momento, que meu conceito de felicidade tinha acabado de mudar. Eu já suspeitava que a felicidade com letras maiúsculas não existia, mas dava a ela o benefício da dúvida.

Afinal, desde que nos entendemos por gente aprendemos a sonhar com essa felicidade no superlativo. Mas ali, vendo aquele outdoor estrategicamente colocado no meio do meu caminho (que de certa forma coincidia com o meio da minha trajetória de vida), tive certeza de
que a felicidade, ao contrário do que nos ensinaram os contos de fadas e os filmes de Hollywood, não é um estado mágico e duradouro.

Na vida real, o que existe é uma felicidade homeopática, distribuída em conta-gotas. Um pôr-de-sol aqui, um beijo ali, uma xícara de café recém-coado, um livro que a gente não consegue fechar, um homem que nos faz sonhar, uma amiga que nos faz rir. São situações e momentos que vamos empilhando com o cuidado e a delicadeza que merecem alegrias de pequeno e médio porte e até grandes (ainda que fugazes) alegrias.

'Eu contabilizo tudo de bom que me aparece', sou adepta da felicidade homeopática. 'Se o zíper daquele vestido que eu adoro volta a fechar (ufa!) ou se pego um congestionamento muito menor do que eu
esperava, tenho consciência de que são momentos de felicidade e vivo cada segundo.

Alguns crescem esperando a felicidade com maiúsculas e na primeira pessoa do plural: 'Eu me imaginava sempre com um homem lindo do lado, dizendo que me amava e me levando pra lugares mágicos Agora, se descobre que dá pra ser feliz no singular:
'Quando estou na estrada dirigindo e ouvindo as músicas que eu amo, é um momento de pura felicidade. Olho a paisagem, canto, sinto um bem-estar indescritível'.
Uma empresária que conheci recentemente me contou que estava falando e rindo sozinha quando o marido chegou em casa. Assustado, ele perguntou com quem ela estava conversando: 'Comigo mesma', respondeu. 'Adoro conversar com pessoas inteligentes'.

Criada para viver grandes momentos, grandes amores e aquela felicidade dos filmes, a empresária trocou os roteiros fantasiosos por prazeres mais simples e aprendeu duas lições básicas: que podemos viver momentos ótimos mesmo não estando acompanhadas e que não tem sentido esperar até que um fato mágico nos faça felizes.

Esperar para ser feliz, aliás, é um esporte que abandonei há tempos. E faz parte da minha 'dieta de felicidade' o uso moderadíssimo da palavra 'quando'.
Aquela história de 'quando eu ganhar na Mega Sena', 'quando eu me casar', 'quando tiver filhos', 'quando meus filhos crescerem', 'quando eu tiver um emprego fabuloso' ou 'quando encontrar um homem que me mereça', tudo isso serve apenas para nos distrair e nos fazer esquecer da felicidade de hoje. Esperar o príncipe encantado, por exemplo, tem coisa mais sem sentido? Mesmo porque quase sempre os súditos são mais interessantes do que os príncipes; ou você acha que a Camilla Parker-Bowles está mais bem servida do que a Victoria Beckham?
Como tantos já disseram tantas vezes, aproveitem o momento, amigos. E quem for ruim de contas recorra à calculadora para ir somando as pequenas felicidades.

Podem até dizer que nos falta ambição, que essa soma de pequenas
alegrias é uma operação matemática muito modesta para os nossos tempos. Que digam.

Melhor ser minimamente feliz várias vezes por dia do que viver eternamente em compasso de espera.



domingo, 10 de julho de 2011

PARA VER O ASSUNTO VISITE O CANTINHO DA SAUDADES



TRIO CONTINENTAL DE GAITAS
SAUDADES DOS BONS TEMPINHOS
Infelizmente para nós Gaiteiros, embora existam muitos adeptos neste Brasil, pouco conhecido é atualmente porque não são apresentados em TV, como já houve muitos expoentes e exímios solistas. Pouco se vê. Já houve o mago da Gaita como o Edú da Gaita que solava óperas até.
Mas para os visitantes deste Blog terem uma idéia o que é um Trio de Gaitas, apresento um vídeo de um Trio de Israel, o Adlertrio que vem se apresentando pelo mundo há quarenta anos. Vejam ...


domingo, 3 de julho de 2011

12 SOPAS PARA ESQUENTAR AS NOITES FRIAS

Escolha algumas entre 12 receitas gostosas para as noites frias. Bom apetite!!!!


Caldo de mandioca com calabresa
e outras 11 sopas você terá as receitas clicando neste link
http://variosassuntosnjb.blogspot.com/p/para-esquentar-as-noites-frias.html
que é da PÁGINA ACIMA