--------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------- ------------------------------------------------ ------------------------------------------------ VÁRIOS ASSUNTOS: 2017

OLHO DE HÓRUS

OLHO DE HÓRUS
Tambem conhecido como "Udyat", o Olho de Hórus tem o significado de poder e protenção, relacionado ao Deus Hórus. Era um dos mais poderosos amuletos usados no Egito em tdas as épocas.

xxx

===================================

terça-feira, 24 de outubro de 2017

10 alimentos surpreendentemente embalados em proteínas… e não é carne ou peixe

10 alimentos surpreendentemente embalados em proteínas… e não é carne ou peixe

Quando as pessoas ouvem a proteína palavra, eles pensam de alimentos como carne bovina, peru e salmão, mas produtos de origem animal são de nenhuma maneira a única fonte de proteína que você pode incluir em sua dieta. Existem muitos tipos de alimentos vegetais que contêm níveis surpreendentes de proteína e alguns têm níveis ainda mais elevados de proteína do que carne ou outros produtos animais e peixes. Proteína faz muito mais do que apenas construir músculos, ele também é usado no corpo como fonte de energia, fortalece os ossos, e que ajuda a manter um sistema imunológico saudável. Se você seguir uma dieta vegetariana ou vegan, você terá que comer uma grande variedade de alimentos para garantir que você obtenha todos os diferentes tipos de aminoácidos que você precisa, mas aqui estão dez tipos específicos de alimentos que irão fornecer-lhe com um surpreendentemente elevada quantidade de protea.

1. Espinafre

Espinafre é grande em saladas, cozidos como um vegetal ou adicionados a smoothies, e comer espinafre vai dar-lhe 2,9 g de proteína para cada 100g de que você consome. Isso não é o único benefício de comer espinafre; espinafre também contém uma enorme gama de vitaminas e minerais que seu corpo vai se beneficiar também.

2. Lentilhas

Lentilhas são um dos melhores e mais populares fontes de proteína vegan e eles contêm 9 g de proteína por cada 100 g de lentilhas cozidas que você come. Lentilhas pode ser comido por conta própria como um lado, ou eles podem ser misturados com outros vegetais para fornecer alguma proteína extra e fibras. Eles também contêm níveis elevados de ferro, potássio, zinco, cobre, manganês, fósforo e magnésio.

3. Amêndoas

As amêndoas são lá em cima na lista de fontes de proteína vegan incrível também, e eles contêm 21g por 100g de proteína. Eles também contêm cargas de fibras e minerais importantes, como potássio, cálcio, ferro, manganês, cobre e magnésio, bem como a vitamina E. As amêndoas pode ser usado no cozimento, picado e polvilhado sobre legumes, saladas e eles fazem o perfeito on-the -ir lanche também.

4. Quinoa

Muitas vezes considerado como um grão, quinoa pode ser comido como um substituto para o arroz, adicionado a sopas ou usado em saladas, e é outra das fontes de proteína vegan fantásticas também. Apenas 100 gramas de quinoa irá fornecer-lhe 4,4 gramas de proteína e também é rico em lisina, que é um aminoácido que é usado no corpo para ajudar com o crescimento de novo tecido.

5. Spirulina

Spirulina contém incrivelmente níveis elevados de proteína (57 g de proteína em 100 g de produto), bem como as vitaminas A, C, E, K, riboflavina, tiamina, niacina, ferro, cálcio, magnésio, fósforo e outros minerais. Se você fosse para adicionar apenas uma única colher de chá de spirulina para seu smoothie diária, você estaria recebendo 4 gramas de proteína e 80% de sua quantidade diária recomendada de ferro. As algas azul-verde pode não gosto que great por conta própria e o pensamento de comer algas não pode apelar para você, mas adicioná-lo a um smoothie e você nem vai perceber que ele está lá.

6. As sementes de cânhamo

Quando você come sementes de cânhamo você receberá 10,3 gramas de proteína em cada onça. É também uma boa fonte de ferro, zinco e magnésio, que irá equilibrar seu humor, e contém ômega – ácidos graxos 6 que ajudam a reduzir o colesterol no sangue. Você pode usar sementes de cânhamo para fazer farinha para o cozimento, adicionar ao seu cereal de pequeno almoço, ou misturar em smoothies. Quase todas as calorias que contém sementes de cânhamo vêm da proteína, e é muito rica em fibras também.

7. Broccoli

Brócolis é outra das fontes de proteína vegan incríveis; na verdade ele contém mais proteína por caloria do que a carne faz, e ele também é embalado com outras guloseimas nutritivas. O brócolis é um dos melhores vegetais que têm sido associados ao câncer de combate e contém cargas de fibras, aminoácidos e vitamina B6. O brócolis é tão versátil: você pode cozinhá-lo como um vegetal, adicioná-lo à salteados ou comê-lo cru em saladas.

8. Soja

A soja é o único alimento de planta que contém todos os ácidos nove aminoácidos essenciais que o corpo não pode fazer por si só, é por isso que é popular como uma alternativa vegetariana, carne. A quantidade de proteína que você começa com produtos de soja depende do tipo do alimento, mas no vegetal texturizada, alternativas à carne, isso equivale a cerca de 17 gramas de proteína por 100 gramas.

9. A manteiga de amendoim

Você precisa ser um pouco cuidadoso com manteiga de amendoim, porque ele contém um monte de gordura, por isso muito dela, e você vai começar a engordar. É, no entanto, uma fonte muito saborosa de proteína, bem como da fibra, vitamina B6, magnésio e potássio. Comer com pão integral, ou espalhá-lo em fatias de maçã, ou em varas de aipo, e você estará recebendo 25g de proteína para cada 100g de manteiga de amendoim que você come.

Sementes 10. Girassol

Para completar a nossa lista de fontes de proteína vegan, aqui vem sementes de girassol, que estão ganhando uma reputação como um super alimento e que proporcionam uma ótima maneira de completar a sua proteína. No 21g por 100g de proteína eles fazem um lanche de alta proteína soberba. Eles também ajudará a reduzir seus níveis de colesterol e melhorar o seu humor.

Sabe outras fontes de proteína vegan?

Notícias Relacionadas
  1. 8 dores e dores que você nunca deve ignorar
  2. O que acontece se você não comer antes do exercício?
  3. 9 As gorduras saudáveis ​​que você deve comer
  4. Como saudável é o seu coração?
  5. Perder peso, não as batatas
  6. LED sem nutricionista turísticos / palestras sobre diabetes
  7. 5 maneiras de perder peso durante o Natal
  8. Como gerenciar excessos durante a silly season
  9. Como uma dieta rica em gordura afeta o cérebro
  10. Como saudável é seu saldo de crédito de cálcio?

====================================

FONTE : http://www.fofoca.org/10-alimentos-surpreendentemente-embalados-em-proteinas-e-nao-e-carne-ou-peixe/

Technorati Tags:

terça-feira, 10 de outubro de 2017

“Geração Google Pornô”

“Geração Google Pornô”

Posted by Thoth3126 on 10/10/2017

clip_image002

Ativistas escandinavos relacionaram o número crescente de violência sexual envolvendo crianças e adolescentes com o acesso livre e exposição à pornografia no ambiente da internet. Eles apelam a seus governos a que acabem com a constante sexualização e erotização infantil. Eles consideram e declararam também, que a pornografia representa um risco nacional à saúde das crianças e adolescentes do país.

Edição e imagensThoth3126@protonmail.ch

‘Geração Google Pornô’: Escandinávia propõe usar filtros contra sexualização infantil

Fonte: https://br.sputniknews.com/

Os ativistas das organizações de direitos humanos Freethem Norway e Freethem Sweden expressaram em sua matéria de opinião conjunta, publicada pelo canal norueguês NRK, que na cultura de crianças e adolescentes extremamente erotizada e sexualizada o uso sem nenhumas restrições de materiais pornográficos explica por que cresce o número de casos de abuso sexual entre crianças e adolescentes.

clip_image004

Eles declararam também, que pornografia representa um risco nacional à saúde de crianças e adolescentes.

Anteriormente neste ano, o Serviço Nacional para Investigações Criminais norueguês (Kripos, em norueguês) advertiu sobre o número crescente de casos de estupros infantis, feitos por crianças, relatou NRK.

Apenas no ano passado, foi reportado um crescimento em 60% acima da média, o que Freethem relacionou parcialmente com o uso ilimitado de materiais pornográficos a quais crianças e adolescentes têm acesso.

Além disso, o próprio NRK reportou que entre este grupo apareceu a moda de se filmarem a si mesmos fazendo sexo e postar os vídeos nas redes sociais. O relato refere crianças de 12 anos produzindo materiais que podem ser classificados como pornográficos, embora de acordo com a legislação da Noruega é proibido distribuir e postar imagens pornográficas de menores com menos de 18 anos.

Além do mais, foi comunicado que as crianças e adolescentes da Noruega ocupam o primeiro lugar na Europa em termos de uso de materiais pornográficos, o que foi revelado pela pesquisa EU Kids Online.

A Freethem batizou o fenômeno de “Geração Google Pornô”, declarando que negar a ligação entre normalização da pornografia e o crescimento do número de crimes sexuais entre adolescentes seria o mesmo que negar as mudanças climáticas.

“Seremos nós e as gerações futuras que acabaremos perdendo. O livre acesso e exposição a materiais pornográficos consistem em abuso infantil”, afirmaram os ativistas em seu artigo conjunto.

clip_image006

O novo livro infantil “Sesam sesame” de Gro Dahle é sobre pornografia. Ela e sua lista de saúde vem até nós amanhã. O que você acha de um livro para crianças sobre pornografia? clip_image007 Foto: Ilustrador Kaia Dahle Nyhus, Cappelen Damm.

Os ativistas mencionaram o livro recentemente publicado “Sesame Sesame”, cuja autora Gro Dahle visou reunir crianças e adultos para falar sobre pornografia.

Ativistas da Freethem acusaram Dahle de falhar em fornecer qualquer reflexão crítica quanto ao assunto sensível ou abordar a violência relacionada com a pornografia.

Além disso, o próprio livro foi criticado por conter imagens pornográficas, que podem encorajar crianças e adolescentes sem experiência anterior assistir ao pornô a fim de preencher a lacuna.

Para resolver o problema, os ativistas propõem que se introduzem filtros que possam bloquear o acesso às matérias pornográficas. Isso deveria ser realizado, entre outros lugares, na escola, que é onde as crianças e adolescentes recebem sua introdução ao conteúdo para adultos, acreditam os ativistas.

A Freethem comparou o consumo de pornô com o álcool, que provoca as mesmas alterações no sistema de recompensa do cérebro e leva à dependência.

“Caso alguém considere que filtragem é censura que viola a “liberdade de expressão (corrupção)”, então que leve em conta que do mesmo jeito nós colocamos restrições ao acesso de crianças e adolescentes ao álcool, […] o mesmo deveria ser feito com as matérias pornográficas usando filtros.”

Freethem é uma organização não governamental internacional que tem sedes na Suécia, Noruega, Alemanha e Áustria. Os ativistas dessa organização tentam reduzir a demanda por prostituição, pornografia e trabalhos forçados.


Conhece-te a ti mesmo e conheceras todo o universo e os deuses, porque se o que tu procuras nãoclip_image008encontrares primeiro dentro de ti mesmo, tu não encontrarás em lugar nenhum” –  Frase escrita no pórtico do Templo do Oráculo de Delphos, na antiga Grécia.

“A exposição à verdade muda a tua vida, ponto final – seja essa verdade uma revelação sobre a honestidade e integridade pessoal ou se for uma revelação divina que reestrutura o teu lugar no Universo. Por esse motivo é que a maioria (a massa ignorante do Pão e Circo) das pessoas foge da verdade, em vez de se aproximar dela”{Caroline Myss}

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

clip_image010www.thoth3126.com.br


================================================

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

MEUS VIZINHOS YAMADA, MAIS QUE UM FILME INFANTIL. UMA LIÇÃO À TODAS AS FAMÍLIAS

MEUS VIZINHOS YAMADA, MAIS QUE UM FILME INFANTIL. UMA LIÇÃO À TODAS AS FAMÍLIAS

publicado em cinema por Gabriel Kim

Mais uma obra de arte dos estúdios Ghibli. Feito com traços rudimentares, nos traz lições profundas que há muito nossa sociedade vem esquecendo aos poucos.

clip_image002

Os estúdios Ghibli sempre nos louvaram com suas histórias fantásticas e mesmo sendo sempre lembrados por elas, vemos algumas pequenas exceções que nos encantam trazendo um tom mais mundano. Os meus vizinhos Yamada (Hohokekyo Tonari no Yamada-kun) traz uma família (levemente excêntrica) japonesa em um contexto muito atual para a época (1999).

O filme nos lembra de muitos valores que esquecemos. Mais do que um filme infantil, os Yamada nos trazem algums lições muito particulares sobre alienação. A televisão é um personagem polêmico no filme e protagonista de vários momentos divertidos.

A TV é exatamente a metáfora ás tecnologias que nos alienam hoje em dia e a batalha constante do pai para trazer a família de volta a realidade é bem interessante. O Pai dentre todos da família é o único que parece saber como usar a televisão sem que se aliene. Enquanto toda a família acaba que por perder esta luta. Lembrando que dentro do modelo de família japonês tradicional o pai é o mais racional e o mais forte da casa.

clip_image004

A tradição sempre mantida pelo pai, acaba sendo frustrada pela modernidade

Cada um dos membros dos Yamada nos trazem lições muito importantes para a família atual, como sempre escutar o Pai e a Mãe, tal qual também é válido para Pai e Mãe se relacionando com a Avó. Os filhos, contudo, não se recluem como submissos e obedientes, se mostram como verdadeiros professores também. Vemos que, em várias cenas, eles perpetuam os ensinamentos dos pais para seus amigos ou estranhos.

Os Yamada vivem uma realidade familiar segregada que é comum em quase todos os lares do mundo. A Avó que mora com a família mostra um povo conservador que decaiu mas hoje procura a modernidade. Em contra partida, os pais são vêem sua geração entrar em decadência e em uma luta constante, tentam deixar seus valores para seus filhos. Os filhos são então os que restam para nos mostrar uma juventude sonhadora e ascendente.

clip_image006

As senhoras Yamada adoramfazer compras, coisas que os filhos e o pai não. Vemos aí uma realidade que não é exclusivamente japonesa

Mesmo se passando no Japão, o filme mostra vários fatores que ocorrem, também, na população ocidental. Em um contraste tênue mas, às vezes, muito gritante, algumas cenas nos levam a conhecer mais a cultura japonesa e ver que ela mesmo, em sua fama extremamente conservadora e pontual, também tem espaço para falhas e aquele famoso jeitinho brasileiro. O único fator que talvez diminua essa relação é o fato de que toda a família é um conjunto de exceções da cultura social japonesa. Mas ainda sim, são exceções presentes e recorrentes na vida japonesa.

clip_image008

A Vovó Yamada visita seus amigos no asilo, os idosos japoneses são muito respeitados, mas apesar disso, ainda são descartados em "Lares"

clip_image010

A Mamãe Yamada mesmo sendo uma dona de casa com todos os costumes japoneses, mostra que a perfeição muitas vezes não está nas grandes qualidades, mas sim nos pequenos detalhes

Meus vizinhos Yamada possui um visual fotográfico de encher os olhos, observa-se neles algo que anda se tornando muito recorrente na indústria da animação. Um apelo a gráficos mais infantis para falar de assuntos mais realistas nos transmite a ideia de que não são precisos gráficos perfeccionistas para existir ideais atuais e realistas. Esse contraste que faz com que um público tão abrangente, desde crianças até adultos, vejam esse tipo de filme e se entretenham, seja pela fotografia rudimentar e colorida ou pela história tão rotineira e envolvente.

clip_image012

clip_image014

Para se viver em família ás vezes é preciso um pouco de sacrifício

Cheio de metáforas, o começo do filme nos traz várias lições valiosíssimas que esquecemos a tempos. Todas as conspirações que os pais criam para não falar sobre sexo com seus filhos estão presentes no filme, metáforas que vem do mundo todo sobre "De onde os bebês vem". Desde os repolhos até as cegonhas e pêssegos. Vemos um pouco da cultura japonesa também, que mostra os bebês nascendo de brotos de bambu.

As cenas de discurso são aquelas que mais nos prendem e não conseguimos assistir a elas sem concordar e pensar em todas as nossas relações. Recomendo estas cenas para Pais e Mães que estão entrando agora nessa vida e para filhos que não compreendem seus pais. Mais do que isso, mostra toda a trajetória da família Yamada e serve como uma introdução muito bem colocada ao filme. Nos faz arrepiar e sentir aquele calorzinho de todas as memórias boas que tivemos com nossa família. Vemos um casal que enfrenta a todas as adversidades como uma competição, que só se vence em equipe. Um desbravamento à procura de uma vida estável e feliz, mesmo fazendo parte de uma família tão excêntrica como a deles.

clip_image016

Uma plantação de bebês fresquinhos

clip_image018

O pai sempre mostra o caminho no modelo familiar Japonês

A trilha sonora não fica muito atrás, os estúdios Ghibli sempre tão famosos pelas suas trilhas musicais quase exclusivamente líricas, nos traz uma versão da música "Que sera sera" (1956-Jay Livingston) em japonês. O final do filme vem para aquecer aquela brasa de saudade dos velhos tempos que vivemos com nossa família, seja nos jantares cheios de primos e tios ou naqueles momentos em que toda a família se reuniam a mesa para compartilhar uma pizza em uma noite de preguiça.

Deixo minha lembrança pessoal para vocês entenderem o que é essa sensação para mim, nossa família se reunia toda noite em frente a casa da minha Tia numa cidade de interior. Essa é a lembrança que eu guardo comigo, daquelas noites frescas em que nossa família ria e conversava. Se você ainda vive isso, deixe-se levar, senão, resgate. Se você sente falta disso, tente de novo, nunca é tarde. Família nem sempre se consagra em laços sanguíneos. A família Yamada nos traz essa lição, a família está mais presente em nossos momentos que em nosso sangue.

clip_image020

Technorati Tags:

Todos os Yamada reunidos

80

clip_image022

GABRIEL KIM

Pense alto, pense belo, pense direito, pense bem..
Saiba como escrever na obvious.

© obvious: http://obviousmag.org/afazeres/2016/meus-vizinhos-yamada-mais-que-um-filme-infantil-uma-licao-a-todas-as-familias.html#ixzz4tvQs1PZy
Follow us: @obvious on Twitter | obviousmagazine on Facebook

=========================================

Technorati Tags:

quinta-feira, 18 de maio de 2017

A INCRÍVEL HISTÓRIA DE UM PIANISTA


A INCRÍVEL HISTÓRIA DE UM PIANISTA

"A vida é um milagre, saber viver é outro." Marcio Kühne
"TER somente 7% de visão não impediu que o pianista paulista Marcelo Bratke estudasse na prestigiosa escola de música Juilliard, em Nova York" nos conta a jornalista Carolina Santos. "Não conseguir ler as partituras não evitou que Marcelo tivesse uma carreira de solista internacional e ganhasse prêmios no Brasil e no exterior. Sem conseguir enxergar as notas musicais, aprendeu a decorar peças inteiras. Até aqui, a história de vida do pianista Marcelo Bratke ja é impressionante. Mas consegue ficar ainda mais. Em 2005, aos 44 anos de idade, ele se submeteu a uma cirurgia de alto risco em Boston, nos Estados Unidos, para corrigir uma espessa catarata congênita e uma atrofia no nervo ótico que liga a retina ao cérebro. No olho esquerdo, o olho bom, tinha 7% de visão. No outro, apenas 2%. 'Ja havia consultado mais de 50 oftalmologistas durante a minha vi da toda. Em Boston, encontrei um que me deu confiança', lembra Marcelo. A cirurgia foi marcada. O primeiro olho a ser operado foi o direito, em que havia menos chances de melhora. 'Quando abri o olho estava com 10% de visão e ja achei ótimo', recorda. 'Quando tirei os curativos do olho esquerdo foi como descobrir o mundo. Tinha um armário no quarto e era cheio de detalhes que antes eu não conseguia ver, a maçaneta da porta era tão brilhante!', diz, ainda maravilhado com as descobertas. Foi no quarto do hospital que viu pela primeira vez com nitidez o rosto da esposa, a artista plástica Mariannita Luzzati, com quem ja era casado há 25 anos. 'Eu a achava bonita com 7% de visão, com 100% a achei ainda mais linda', conta. 'Passei quase uma hora em frente ao espelho, vendo meu rosto. Quando vi o piano, fiquei impressionado. O que antes eu via era um borrão branco e algumas man chas pretas, diz. Ainda hoje, quando acordo e abro os olhos, fico impressionado'."

É fundamental não perdermos nossa capacidade de nos maravilhar com as pequenas coisas da vida. Pequenas, singelas, mas com um grande valor.

PARA CONTRATAR PALESTRA COM MARCIO KÜHNE, CONTATE: (47) 3222-1437
contato2@marciokuhne.com.br

sábado, 21 de janeiro de 2017

OS DIVERSOS TIPOS DE SAL E A SAÚDE

OS DIVERSOS TIPOS DE SAL E A SAÚDE
-
POR ALEKSANDRA SAHAROVSKY
10:01 20/01/17

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que a quantidade diária ingerida não ultrapasse 5 gramas (o equivalente a 2,400 mg de sódio). Estudos já constataram que o brasileiro consome o dobro disso. Neste montante está incluso não apenas o sal de cozinha, mas também todo e qualquer alimento que contenha sódio, principalmente os industrializados.
O sal foi alçado à condição de vilão da alimentação por conta de seus efeitos prejudiciais à saúde, que vão da hipertensão ao AVC e outras doenças cardiovasculares. Para os hipertensos, deve haver uma variação da ingestão de cloreto de sódio, de acordo com cada caso, mas a restrição pode atingir de 800 a 1.600 mg por dia. E para aqueles que não são hipertensos , vale sempre fazer um consumo consciente da quantidade de sal como medida preventiva de futuros danos que seu excesso pode trazer para a saúde.
Tipos de Sal
Sal refinado
Especialistas defendem que o sal refinado ou de cozinha deveria ser usado com moderação na preparação dos alimentos e retirado da mesa para evitar a adição a refeições já prontas. Ele é uma mistura de 60% de cloreto e 40% de sódio, substâncias que, juntas, formam o sal.
Sal light
O sal light pode ser uma boa alternativa para controlar melhor a hipertensão. Embora 50% de sua composição seja de cloreto de sódio, 50% são de cloreto de potássio. O que isso significa? O corpo depende de um equilíbrio hídrico regulado por sódio e potássio, sendo o primeiro retentor de líquidos e o segundo diurético. Ingerindo os dois, portanto, o organismo não retém tanta água e, assim, não leva ao aumento da pressão arterial. Ele só não é recomendado a indivíduos com doenças renais, uma vez que o problema leva ao acúmulo de potássio nos rins, o que pode favorecer doenças cardíacas.
Sal grosso
Tradicionalmente usado para temperar carnes, o sal grosso evita o ressecamento dos alimentos justamente por não ter passado pelo processo de refinamento. Ele apresenta a mesma quantidade de sódio do sal de cozinha.
Flor de sal
“Considerado um sal gourmet, a flor de sal costuma estar presente apenas em restaurantes mais requintados”. O sal é obtido na camada superior das salinas antes de serem depositadas no fundo, quando, então, se transformam no sal marinho. A coloração acinzentada se dá devido à presença de areia, mas também é comum o uso de outros elementos para alterar a cor do produto.
Sal marinho
Obtido pela evaporação da água do mar, o que o torna mais puro. Este tipo de sal não passa pelo processo de refinamento. Além disso, é mais escuro e seu sabor é menos salgado que o do refinado. Por não ser refinado, o sal marinho mantém os microminerais que geralmente são removidos durante o processo de refinação, inclusive o iodo (o sal contém aproximadamente 84 minerais que são eliminados durante o refino).
Sal negro
O sal negro é um sal não refinado procedente da Índia. Por conta de compostos de enxofre presentes em sua composição, ele tem um forte sabor. Outro fator que chama a atenção é a cor cinza rosada, que evidencia sua origem vulcânica. Além de compostos sulfurosos, o sal negro é formado por cloreto de sódio, cloreto de potássio e ferro.
Sal rosa do Himalaia
Encontrado aos pés do Himalaia, região que há milhões de anos foi banhada pelo mar, o sal do Himalaia é considerado o mais antigo e puro dos sais marinhos. “Ele tem quase metade do sódio encontrado no sal comum e possui mais de 80 minerais, tais como cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro. Por conta disso, os cristais ganham tom rosado e sabor agradável e suave.
Sal líquido
“O sal líquido é obtido pela dissolução de sal de altíssima pureza e sem aditivos em água mineral”, Com embalagem contendo 250 ml, trata-se do primeiro e único sal iodado do Brasil apresentado na forma líquida. Com sabor suave, o sal líquido pode ser usado em todos os alimentos, sem alterar suas características. Além disso, sua aplicação em spray permite a distribuição uniforme do sal na medida de seu paladar. Tal característica também permite controlar melhor as quantidades ingeridas.
Sal de ervas
Uma maneira de reduzir a ingestão de sódio sem prejudicar o sabor das preparações e substituir o sal de cozinha pelo sal de ervas. Dessa forma é possível reduzir em ate 75% o consumo de sódio adicionado as preparações.
Fica para vocês a sugestão de duas receitas de sal que podem ajudar no consumo mais saudável e moderado desse tempero.
Sal de ervas:
Pode ser feito com qualquer tipo de sal mas na receita usarei o sal rosa do himalaia.
Ingredientes :
3 colheres de sopa de sal rosa
1 pacotinho para cada erva seca: orégano, manjericão , alegrim, alho seco ou qualquer outra que goste
Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador ou no processador (mais prático para bater). Está pronto pra consumo. Pode ser usado para temperar qualquer alimento
Gersal:
Pode ser feito tanto com gergelim preto ou branco.
Ingredientes:
2 colheres de sopa de sal marinho
8 colheres de sopa de gergelim
Modo de preparo:
Numa panela acrescente o gergelim e deixe ate torrar levemente . Deixe esfriar. No liquidificador ou processador acrescente o sal e o gergelim . Bata até formar uma espécie de farinha . Está pronto para consumo . pode ser usado em qualquer preparação. Com arroz e feijão então fica uma delicia.

Aleksandra Saharovsky
Aleksandra Saharovsky é nutricionista clínica e esportiva. Graduada em nutrição pela UNIP, pós graduada em obesidade e emagrecimento e Personal Diet pela Universidade Estácio de Sá. Capacitação em atendimento em transtornos alimentares pelo AMBULIM (Hospital das Clínicas). E-mail | Instagram

domingo, 8 de janeiro de 2017

Dia do Fotógrafo

O Dia do Fotógrafo ou Dia Nacional da Fotografia é comemorado anualmente em 8 de janeiro.
A data celebra o profissional responsável em captar uma fração de segundo de determinado momento e eternizá-lo! Seja artisticamente ou para documentar um fato importante na história, os fotógrafos misturam os conhecimentos de técnicas fotográficas (efeitos de luz, ângulo e profundidade) com a sensibilidade e, claro, um pouquinho de sorte.
A fotografia é uma das maiores invenções da era moderna, transformando completamente a literatura e a comunicação no século XX.
No Brasil, a profissão de fotógrafo não é regulamentada, porém há tentativas de oficializar a atividade, criando um curso de ensino superior em fotografia, classificando os profissionais como bacharéis ou licenciados em fotografia.
Origem do Dia Nacional da Fotografia
O Dia do Fotógrafo está oficialmente registrado em muitos calendários como 8 de janeiro, considerada a data que a primeira câmera fotográfica chegou no Brasil, em 1840. No entanto, há algumas controvérsias sobre o dia exato, sendo que alguns consideram o dia 7 ou mesmo 16 de janeiro.
A primeira câmera fotográfica se chamava Daguerreótipo, inventada por Louis Jacques Mandé Daguérre e apresentada ao mundo em 19 de agosto de 1839, na Academia de Ciências da França, em Paris. O Dia Mundial da Fotografia é celebrado em 19 de agosto em homenagem à este acontecimento.
Saiba mais sobre o Dia Mundial da Fotografia.
De acordo com a história, foi o abade Louis Compte que trouxe a invenção de Daguérre para o Brasil e apresentou ao Imperador D. Pedro II, que aliás, ficou com o título de primeiro fotógrafo brasileiro.

Fonte = https://www.calendarr.com/brasil/dia-do-fotografo/

POSTADO POR VÁRIOS ASSUNTOS