--------------------------------------------------------------- ------------------------------------------------- ------------------------------------------------ ------------------------------------------------ VÁRIOS ASSUNTOS: Setembro 2014

OLHO DE HÓRUS

OLHO DE HÓRUS
Tambem conhecido como "Udyat", o Olho de Hórus tem o significado de poder e protenção, relacionado ao Deus Hórus. Era um dos mais poderosos amuletos usados no Egito em tdas as épocas.

xxx

===================================

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

9 DE SETEMBRO - DIA DO VETERINÁRIO


Está muito enganado quem pensa que para ser veterinário basta ser especialista em anatomia, psicologia, fisiologia e moléstias de animais!
-O veterinário tem que ter a postura de um pediatra, pois todo dono de animal frente ao vet é um pai/mãe de primeira viagem, independente do número de bichinhos que tem ou já teve.
-Deve ser um excelente intérprete para tentar traduzir em linguagem real e veterinária as informações que o dono lhe passa.
-Tem que ter conhecimento relativamente grande de psicologia humana para conseguir acalmar o dono e, assim, poder tratar do animal.
-Necessita de muita imaginação para conseguir vislumbrar em que tipo de ambiente o animal vive e a que está exposto, inclusive excesso de atenção.
-Obrigatoriamente será um professor, para explicar ao dono que o que é bom e gostoso para ele pode ser prejudicial ao animal. Algumas vezes terá que começar pela primeira lição, ou seja: você é um humano, ele/a é um animal....
-É aconselhável que o veterinário passe esporadicamente por sessões de terapia para se tornar imune ao complexo de culpa que fatalmente o acometerá, depois de passar dias ouvindo "vai doer?", "coitadinho/a!", "precisa MESMO?", "pára, pára!", "ai, meu Deus!", "eu sei que tá doendo; conheço a carinha dele/a...", e, quando finda a consulta/tratamento, o dono pega o animal no colo, o abraça protetoramente e dispara o inevitável "pronto, meu amor! Até enfim acabou e você pode voltar para casa" que soa mais como "pronto, agora ninguém mais vai judiar de você"......
É mais ou menos assim...




AÇÃO DA GRAVIDADE

Em uma bela noite você acorda com um barulho estranho! Presta atenção, não ouve mais nada e volta a dormir. No dia seguinte durante o banho você descobre a causa do barulho: seus seios caíram! Termina o banho e se consola com a idéia de que um bom sutiã dará um jeito. Os dias passam, as noites passam e em uma delas novamente você é bruscamente acordada por um barulho maior que o ouvido anteriormente; checa o chão, não vê nada e imediatamente leva as mãos aos seios -ufa! ainda estão aqui!- e volta a dormir. Já de manhã resolve dar uma geral no corpo e, pelada diante do espelho, percebe que o barulho foi oriundo do seu traseiro caindo. Bem, nada como uma boa calça jeans para disfarçar o estrago, né? Dias depois relembrando as quedas, vai ao espelho para observar seu rosto mais atentamente e tem a impressão de que as bochechas caíram. Será?! Como não consegue enxergar bem, acende as arandelas se aproxima do espelho e constata que não está enxergando bem porque suas pálpebras resolveram acompanhar as bochechas nessa caminhada descendente. E agora? O que fazer? Ah! Mudar o penteado, mas ao erguer os braços nota que seus bíceps se inverteram e agora são duas sacolas murchas e "balançantes". Maldita gravidade!!!...

 Maria De Lourdes Giô Giovannini